sábado, 9 de junho de 2018

Parnárias - poemas sobre Parnaíba

Fonte: Google

Recebi da amiga Sílvia Melo (escritora, historiadora e professora da UFPI) o seguinte comentário, através de e-mail, sobre o livro/álbum Parnárias (com poemas e fotografias sobre Parnaíba), organizado por Alcenor Candeira Filho, Elmar Carvalho e Inácio Marinheiro, editado pelo SESC-PI:

"Sentir Parnaíba, o pulsar do seu velho coração através de três nomes que organizaram esta obra apoteótica. É a emoção de participar de uma excelente aula ou um curso de História.

Parnaíba nestes versos (de imortais) e fotos de Inácio Marinheiro (genial talento fotográfico) mostra sem cortes sua beleza e grandeza. Sua importância no cenário piauiense, seu legado literário e socioeconômico. Sua arte, seus talentos.

Comecei a leitura, usufruindo do prestigio que tenho com um dos autores... Tudo tão primorosamente organizado, como numa orquestra, a maestria...Ah meu Deus! Onde estão os poemas do Elmar? Estão na Balada da Praça... Na ponte...No búzio... Quem escreveria melhor sobre este pequeno castelo? Quem tem uma caneta conectada ao coração para poeticamente revelar ou des-velar Parnaíba? Como faz o poeta Elmar? Falar de Parnaíba autenticamente de sua alma feminina e marítima, suas paisagens, seus postais, sua inesquecível “lagoa do portinho”? Nestes 14 poemas somados aos 50 que nos trazem Parnaíba por inteiro: passado e presente, o registro de Luiza Amélia primeira mulher a publicar livro no Piauí. Sua face de sol e a de sombra, mas sempre Parnaíba tão bela e esplendorosa, mesmo quando Danilo a chama de “careta”, sua natureza contraditória, como tudo no contexto humano. Parabéns caro Elmar por esta obra perfeita!

Passado o festejo vou ler com maior capricho. Todo esforço para ter um pouco do alto alcance desta obra magnífica. Só tenho a lhe agradecer a oportunidade de ler, de conhecer.

Grande abraço extensivo a Fátima.

Sílvia Melo" 

Nenhum comentário:

Postar um comentário